Papa Francisco termina visita ao Canadá

O Papa Francisco terminou uma visita ao Canadá na sexta-feira com um pedido de desculpas ao povo Inuit pelos abusos cometidos pela Igreja Católica.

A visita de penitência do Papa terminou no território remoto de Nunavut no Ártico onde o Papa se avistou com sobreviventes.

The acordo com o governo canadiano, abusos físicos e sexuais eram frequentes nas escolas católicas tendo-se prolongado por mais de um século.

"Alunos de escolas residenciais, agradeço-vos. Por terem tido a coragem de contar as vossas histórias e de partilhar o vosso grande sofrimento que eu não conseguia imaginar. Isto só renovou em mim a indignação e vergonha que tive durante meses". (...) "Quero dizer-vos o quanto lamento e pedir perdão pelo mal perpetrado por não poucos católicos que nestas escolas contribuíram para as políticas de assimilação cultural e de emancipação", disse o Sumo Pontífice.

Para o Papa Francisco de 85 anos, tratou-se da primeira viagem na qual se viu obrigado a utilizar uma cadeira de rodas assim como bengala.

Este mês, problemas nos ligamentos do joelho teriam levado o Papa Francisco a cancelar uma visita planeada a África.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos