Papa Francisco volta a celebrar audiências de maneira virtual

·1 minuto de leitura
O papa Francisco visita os túmulos dos pontífices no cemitério da basílica de São Pedro, em 2 de novembro
O papa Francisco visita os túmulos dos pontífices no cemitério da basílica de São Pedro, em 2 de novembro

O papa Francisco voltou a celebrar as audiências das quartas-feiras de maneira virtual em sua biblioteca, sem a presença de fiéis e exibidas pela internet, devido à segunda onda de coronavírus na Itália.

"Infelizmente, tivemos que retomar as audiências na biblioteca para nos protegermos dos contágios da covid-19", explicou o papa Francisco no início da cerimônia, que em tempos normais atraía milhares de pessoas na Praça de São Pedro no Vaticano.

"Isto também nos mostra que devemos ficar muito atentos  às indicações das autoridades políticas ou sanitárias", declarou o pontífice, apesar de sua relutância a utilizar a máscara e exigir que seus visitantes o façam.

"Oferecemos ao Senhor esta distância entre nós para o bem de todos", completou Francisco, que elogiou todos aqueles que "arriscam suas vidas e o fazem por amor, por vocação", como os profissionais da saúde.

O Vaticano tomou a decisão de celebrar as audiências das quartas-feiras de maneira virtual depois que uma pessoa que compareceu à cerimônia na semana passada testou positivo para covid-19.

O papa celebrou as audiências sem a presença de público de 26 de fevereiro a 2 de setembro.

"Depois de tantos meses, retomamos nosso encontro frente a frente, ao invés de fazê-lo por uma tela, é magnífico", disse Francisco quando voltou a ter contato com os fiéis.

A Itália, onde o governo acaba de decretar um toque de recolher noturno, registra mais de 39.000 mortes e 750.000 casos de coronavírus.

cm/gab/eb/mar/fp