Papa nomeia mulher para cargo importante na Secretaria de Estado

O Papa Francisco em audiência semanal no Vaticano

O Papa Francisco nomeou pela primeira vez uma mulher, a advogada italiana Francesca Di Giovanni, como subsecretária da Secretaria de Estado, informou o Vaticano nesta quarta-feira.

Di Giovanni, 66 anos, com vasta experiência, será responsável pela seção especializada em relações com os Estados.

A funcionária, que trabalha no Vaticano há 27 anos, ficará subordinada diretamente ao cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado.

Nascida em Palermo, em 1953, a nova subsecretária é licenciada em Direito, treinada pelo movimento católico dos Focolares e é especialista, entre outros, em migração, refugiados, direito internacional humanitário, status da mulher, propriedade intelectual e turismo.

"O Santo Padre tomou uma decisão inovadora, certamente, que representa um sinal de atenção para com as mulheres", reconheceu Di Giovanni em declarações ao jornal do Vaticano, L'Osservatore Romano.

De qualquer maneira, a nova subsecretária considera que sua posição "está ligada à tarefa, e não ao fato de ser mulher", enfatizou.