Cruz Vermelha alerta de possível surto de dengue ou zika no Peru

Genebra, 6 abr (EFE).- As fortes inundações que assolam o Peru estão provocando um aumento da presença de mosquitos, o que faz a Cruz Vermelha temer o ressurgimento de epidemias como dengue, chicungunha, febre amarela e zika.

As fortes precipitações e inundações no Peru por causa do fenômeno meteorológico de El Niño causaram até o momento mais de cem mortos, 20 desaparecidos, mais de 350 feridos, 140 mil afetados e cerca de 940 mil desabrigados.

"Chuvas recordes provocaram avalanches e inundações, que criaram as condições perfeitas para o desenvolvimento do mosquito Aedes Aegypti", alerta um comunicado da Federação Internacional da Cruz Vermelha (FICV).

Este mosquito é endêmico no norte do Peru e é responsável pela transmissão de quatro das doenças virais mais letais da região: dengue, chicungunha, febre amarela e zika.

A organização alerta que a situação piora gradualmente conforme continua chovendo e, segundo as previsões das agências meteorológicas, as precipitações não vão parar nas próximas semanas. EFE

mh/ma