Presidente da Câmara Baixa dos EUA, Paul Ryan,não tentará reeleição

Washington, 11 abr (EFE).- O presidente da Câmara de Representantes dos Estados Unidos, Paul Ryan, comunicou ao seu círculo mais próximo que não buscará a reeleição em novembro, informaram nesta quarta-feira vários veículos de imprensa americanos.

O congressista realizará o anúncio "em breve", ressaltou o portal "Axios", que foi o primeiro a antecipar a informação.

Ryan, de 48 anos, que está no Congresso desde 1999 e à frente da Câmara Baixa desde 2015, teve várias divergências com o presidente americano, Donald Trump.

O titular da Câmara das Representantes, no entanto, alcançou em dezembro um de seus principais objetivos como legislador: a aprovação da reforma tributária impulsionada por Trump, que inclui notáveis cortes de impostos para as empresas e, em menor medida, para os trabalhadores.

Como possíveis substitutos a Ryan, que foi o candidato republicano à vice-presidência em 2012 junto a Mitt Romney, figuram os congressistas republicanos Kevin McCarthy e Steve Scalise.

Embora os republicanos contem com maioria na Câmara e no Senado, em novembro serão realizadas eleições legislativas nos EUA, nas quais as pesquisas apontam que os democratas poderiam tomar o controle de uma das duas câmaras.

Neste pleito será renovada toda câmara de Representantes e um terço das cadeiras do Senado. EFE