Papa pede fim da violência e soluções políticas na Venezuela e Paraguai

Cidade do Vaticano, 2 abr (EFE).- O papa Francisco pediu neste domingo o fim de "toda violência" e advogou por buscar "soluções políticas" na Venezuela e Paraguai.

O pontífice disse que segue com "viva atenção" o que ocorre em ambos países e que reza pelos povos da Venezuela e Paraguai.

O papa fez esta menção em Carpi (Emilia-Romagna, norte da Itália) uma zona afetada por fortes terremotos em 2012 para onde foi realizar uma visita pastoral.

"Sigo com viva atenção o que está ocorrendo na Venezuela e no Paraguai. Reza por aqueles povos, muito queridos por mim, e convido todos a perseverar, sem descanso, evitando qualquer violência, na busca por soluções políticas", disse o papa.

O pontífice se referiu à situação na Venezuela depois que a Suprema Corte retirou as funções do parlamento, uma decisão que foi ontem revogada perante a pressão internacional.

No Paraguai, um jovem opositor morreu no sábado pelas mãos da polícia após um protesto contra a reeleição presidencial, que desencadeou, além disso, o incêndio de uma parte do edifício do Congresso.

A referência à situação nesses dois países foi incluída pelo papa após sua oração diária, que pronunciou fora do Vaticano dado que hoje visita as localidades afetadas por vários sismos há cinco anos. EFE

jam/ff

(foto)