Papa se reúne com cardeal que demitiu, em aparente reconciliação

Philip Pullella
·1 minuto de leitura
Papa Francisco durante missa no Vaticano

Por Philip Pullella

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco celebrou uma missa nesta quinta-feira ao lado do cardeal Angelo Becciu, de acordo com o sacerdote que foi demitido pelo pontífice em setembro do ano passado após acusações de peculato e nepotismo.

Becciu disse a jornalistas italianos que a missa foi celebrada na capela do apartamento do cardeal no Vaticano.

O padre Angelo Sceppacerca, um assessor do cardeal, confirmou a reunião em uma ligação telefônica com a Reuters.

O Vaticano não ofereceu um comentário, mas o website oficial Vatican News publicou um artigo breve sobre o encontro.

A missa aconteceu na Quinta-feira Santa, o dia no qual os cristãos comemoram a fundação do Sacerdócio por Jesus na Última Ceia com seus apóstolos.

Francisco havia delegado a missa oficial da Quinta-feira Santa na Basílica de São Pedro para outro prelado, o Cardeal Giovanni Battista Re. O Vaticano não havia informado o motivo pelo qual o papa não celebraria a missa.

A notícia do encontro com Francisco foi uma surpresa já que o papa havia demitido Becciu de maneira repentina em setembro do ano passado.

Becciu disse à época que o papa estaria agindo após informações dadas ao pontífice por magistrados italianos e do Vaticano. Becciu continua sob investigação.