Paquistanês mata seus 5 filhos para adquirir 'poderes mágicos'

Policiais paquistaneses em Islamabad em 30 de novembro de 2014

Um adepto paquistanês da "magia negra" matou por estrangulamento seus cinco filhos por achar que o sacrifício concederia a ele "poderes mágicos", informou a polícia local.

Ali Nawaz Leghari, de 40 anos, matou suas duas filhas e três filhos, com idades variando entre 3 e 13 anos, na madrugada desta sexta-feira na localidade de Saeed Jan, norte de Karachi.

"Leghari aprendia magia negra e resolveu fazer este sacrifício para aumentar seus poderes", declarou o porta-voz da polícia local.

Segundo a fonte, o assassino realizou uma "odisseia espiritual" de 40 dias chamada "Chilla" e prescrita por um religioso local, com quem estudava alquimia.

O homem, agora foragido, tentou em um primeiro momento envenenar sua família durante o jantar, mas sua mulher o impediu após uma violenta discussão.

A esposa e o filho mais velho decidiram passar a noite na casa de parentes, deixando os outros filhos com o pai.

"Eles os estrangulou um a um e depois levou os corpos para o quintal", contou o policial.