Paraíba do Sul transbordou em dois pontos em Campos

·2 min de leitura

RIO — Campos já sente os efeitos do temporal que cai em Minas Gerais e corre risco de ser inundada. O rio Paraíba do Sul, que corta a cidade, transbordou em dois pontos: nos bairros Prazeres e Pecuária (na altura do Colégio estadual 29 de Maio). Para conter o rio, a prefeitura está colocando terra para subir o nível das ruas na beira do Paraíba do Sul.

— O nível do rio já atingiu 10 metros e 43 centímetros. Só não entrou nas casas porque a prefeitura está subindo o nível das ruas. Mas, se subir mais um metro, a cidade vai ser inundada, como aconteceu em 2007 e 2008, quando 80% da cidade ficou debaixo d’água — afirma João Siqueira, do Comitê de Bacias de Campos.

Siqueira lembra que a cidade é mais baixa que o rio.

— Além disso, o Paraíba do Sul está muito assoreado, o que potencializa o problema — acrescentou.

Pelo menos quatro cidades já decretaram situação de emergência: Bom Jesus de Itabapoana, Natividade, Trajano de Moraes e Cachoeiras de Macacu. Segundo a Defesa Civil, os rios Muriaé, Pomba e Itabapoana transbordaram. Os principais municípios que enfrentam problemas são: Cantagalo, Cordeiro e Macuco. Mas há relatos de transtornos provocados pelas chuvas também nas cidades de Trajano de Moraes, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, Itaocara e São Fidélis.

Desde sábado passado, a Defesa Civil já recebeu mais de 300 chamados por causa das chuvas. Não há mortes confirmadas.

Em relação ao risco de chuvas fortes na capital, às 16h, a cidade já havia entrado em estágio de mobilização, segundo o Centro de Operações Rio. Pode haver chuvas de intensidade moderada a forte a partir desta noite. Nesse momento, núcleos de chuva que atuam nas regiões do Médio Paraíba, Sul-Fluminense e Baixada se deslocam em direção ao Rio. O prefeito Eduardo Paes está no Centro de Operações e acompanha o quadro da cidade.

Chove em diversos bairros do município. Segundo o Alerta Rio, os maiores índices em 15 minutos foram observados às 16h35, em Irajá (14 milímetros), Anchieta (13,2 milímetros) e Penha (12,8 milímetros). Até 17h, houve registro de 20 raios na cidade do Rio, segundo o SOS Raios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos