Para 58% dos brasileiros, Jair Bolsonaro deveria sofrer impeachment, aponta pesquisa

·2 minuto de leitura
Brazilian President Jair Bolsonaro delivers a speech during the signing ceremony of the Provisional Measure that changes the rules for fuel trade, at Planalto Palace in Brasilia, on August 11, 2021. - Bolsonaro questioned once again the reliability of the upcoming elections in Brazil, a day after Congress rejected a proposal to alter the electronic voting system that he criticizes, and added that the bill was not approved because part of the lawmakers had been blackmailed, but did not give further details. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Índice de brasileiros que apoia o impeachment subiu 8 pontos percentuais desde julho (Foto: Evaristo Sá/AFP via Getty Images)
  • 58% dos brasileiros apoiam o impeachment de Jair Bolsonaro, segundo pesquisa PoderData

  • Por outro lado, 32% defendem a manutenção de Bolsonaro no cargo

  • Apoio ao presidente da República caiu 13 pontos percentuais desde julho

Para 58% dos brasileiros, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deveria sofrer impeachment. É o que mostra a pesquisa PoderData feita entre 16 e 18 de agosto. O índice é 8 pontos percentuais maior do que o do levantamento anterior, feito no final de julho.

A pesquisa ouviu 2.500 pessoas por meio de ligações para celular e telefones fixos. A pesquisa ouviu pessoas em 433 municípios nas 27 unidades da federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Leia também:

O índice de 58% é o recorde de apoio ao impeachment registrado pelo PoderData. Em maio, o número era de 57%, um empate técnico, considerando a margem de erro da pesquisa.

Ao mesmo tempo, 32% apoiam que Bolsonaro deve continuar no cargo. Em julho, esse número era de 45%, ou seja, houve uma queda de 13 pontos percentuais. Entre os entrevistados, 10% não sabem se o presidente deveria sofrer impeachment.

A pergunta feita aos entrevistados foi: Na sua opinião, Bolsonaro deve continuar como presidente ou deve sofrer o impeachment e deixar de ser presidente?

  • Deve sofrer impeachment: 58%

  • Deve continuar: 32%

  • Não sabem: 10%

Essa é a primeira pesquisa realizada pelo PoderData desde a live em que Bolsonaro disse haver fraude na urna eletrônica, sem apresentar provas. As acusações geraram ruptura nas relações entre o Planalto e o Supremo Tribunal Federal, especialmente pelas ofensas contra o ministro Luís Roberto Barroso, que também é presidente do Tribunal Superior Eleitoral.

Quem mais apoia o impeachment de Bolsonaro

Segundo a pesquisa, quem mais apoia o impeachment do presidente Jair Bolsonaro são:

  • Quem recebe de 5 a 10 salários mínimos: 71%

  • Moradores da região sudeste: 68%

  • Mulheres: 67%

  • Pessoas de 25 a 44 anos: 60%

Enquanto quem mais quer a continuidade de Bolsonaro no cargo são:

  • Quem recebe de 2 a 5 salários mínimos: 48%

  • Pessoas de 16 a 24 anos: 46%

  • Moradores da região Norte: 45%

  • Homens: 44%

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos