Para ceder Xavi, Al Sadd cobra formalidades em negociação com Barcelona, incluindo viagem ao Qatar

·1 min de leitura

O Al Sadd pode até ceder Xavi Henández ao Barcelona, mas o clube catalão irá precisar realizar algumas formalidades para concluir a transação, o que inclui uma viagem para acerto de negócios, de acordo com o jornal espanhol “Mundo Deportivo”.

O clube do Qatar exige que uma comitiva do Barça vá pessoalmente até lá para que a venda seja feita de forma presencial, já que Xavi tem contrato até junho de 2023.

Ainda de acordo com a notícia, o Barcelona parece ter concordado com o pedido, já que prepara uma comitiva para a viagem, que deve ocorrer pouco depois do jogo contra Dínamo de Kiev, pela Champions League, nesta terça-feira, 2. O catalão espera fechar negócio até quinta-feira.

Os dirigentes do Al Sadd não estavam contentes com a forma que as conversas se desenrolavam. Na sexta-feira, o diretor de comunicação do time, Ahmed Al Ansari, veio a público, por meio do Twitter, para falar sobre o assunto.

“Não há oferta oficial de nenhuma parte na mesa do clube. Qualquer clube que tenha algum profissionalismo deve negociar com a outra parte se quiser um jogador ou treinador que tenha um contrato”, escreveu Ansari, dando a entender que as transações estavam sendo feitas diretamente com o técnico.

O Barcelona colocou Sergi Barjuan, treinador do Barça B, como técnico do elenco principal de forma interina, até a contratação do substituto de Ronald Koeman, que foi demitido na última quarta-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos