Para impedir festas no mar, embarcações são detidas em fim de semana de aglomerações no Rio

Leonardo Ribeiro, Louise Queiroga e Marcelo Almeida
·2 minuto de leitura

Se no primeiro dia de feriado prolongado foram registradas aglomerações em bares e festas proibidas nas zonas Sul, Norte e Oeste do Rio, ontem a folia irregular se espalhou até para o mar. A Guarda Marítima Municipal fiscalizou seis embarcações de grande porte na Marina da Glória. Todas foram impedidas de ir ao mar por não terem alvará municipal para transporte de passageiros com remuneração ou por atividade turística. Cerca de 40 passeios com festas programadas foram cancelados e os organizadores, notificados por aglomeração.

Os casos são acompanhados pela piora das estatísticas da doença. Ontem o país registrou uma média móvel de 1.105 óbitos por Covid-19, um índice 4% superior ao visto 14 dias atrás. A marca é a pior desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, foram registrados 647 novos óbitos, chegando a 239.294 desde o início da pandemia. Os dados são do boletim do consórcio de imprensa, uma iniciativa formada por EXTRA, O Globo, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo.

Na noite de sábado, nem a chuva desencorajou quem estava disposto a burlar as regras de distanciamento social. Pelo segundo dia seguido, no Leblon, a Rua Dias Ferreira ficou lotada e, dessa vez, jovens improvisaram uma “festa” com som alto na Praça Cazuza. Na Lapa, centenas de pessoas se aglomeravam na Avenida Mem de Sá.

Em nota, a Guarda Municipal disse que equipes “fizeram a desobstrução da via pública ao trânsito, na altura da Praça Cazuza”. Também segundo a Guarda, na Zona Sul foram registradas 309 ações até ontem, sendo 227 multas de trânsito, 32 notificações sanitárias por falta do uso de máscara e aglomeração e 48 ocorrências e auxílios ao público e a outros órgãos.

CONTRASTE em outras regiões

Durante a manhã e a tarde de ontem, porém, o que se viu na cidade foram ruas vazias em bairros que, no carnaval, veriam multidões sendo arrastadas pelas ruas pelos blocos. Em Madureira, na Zona Norte, o comércio estava todo fechado. Em Bento Ribeiro, um evento no Facebook chamava para o Bloco Carnavalesco dos Dinossauros Antigos. O ponto de concentração, porém, estava vazio.