Para receber Auxílio Carioca, artesãos da Feira Hippie de Ipanema cobram registro na prefeitura

·2 minuto de leitura

RIO — Um grupo de 62 expositores da Feira Hippie de Ipanema, na Praça General Osório, afirma que ficou de fora da lista dos adimplentes para receber o Auxílio Carioca, um benefício de R$ 500 cedido pelo município para auxiliar pessoas em vulnerabilidade no período de paralisação, de 26 de março a 4 de abril, para conter o avanço da Covid-19. No mês passado, a prefeitura aprovou o benefício para os expositores da feirarte, que inicialmente não seriam contemplados. Entretanto, o grupo diz que não poderá receber o auxílio porque todos ainda lutam pela legalização, ou seja, para serem reconhecidos como artistas da feira, o que é feito por meio de uma prova de edital. Segundo os expositores, a última foi em 2008.

A artesã Vânia Menezes, um dos 62 artistas, diz que busca o reconhecimento há mais de 25 anos.

— O auxílio carioca saiu, e nós continuamos sem ele por causa desse descaso. Alguns só conseguiram expor na feira porque entraram com uma liminar. A promessa é que vão nos cadastrar para podermos receber o auxílio, mas isso nunca acontece — reclama.

A representante da feirarte, Eliane Wolfe, que faz parte da Comissão de Administração, diz que os cadastros chegaram a ser iniciados, mas foram suspensos quando começou a pandemia. Marcos Sandro, presidente da Associação de Expositores, por sua vez, diz que os registros começaram a ser feitos já durante a pandemia, mas foram interrompidos após a última paralisação.

Em nota, a prefeitura diz que basta ser cadastrado e quitar quatro trimestres de taxas entre 2019 e 2020 para receber o Auxílio Carioca. Em caso de problemas, o pedido deve ser feito pelo 1746. A nota afirma ainda que funcionários de secretarias responsáveis estiveram na feira em fevereiro para iniciar o cadastro.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos