Para William, revelções bombásticas do irmão estão indo longe demais

·1 minuto de leitura

O príncipe William teme que as revelações bombásticas de seu irmão, Harry, estejam indo longe demais e prejudiquem ainda mais as relações com a família real. Um amigo disse ao "The Mail on Sunday" que ele está desapontado e "muito preocupado", após as últimas declarações de Harry sobre a falta de apoio à sua esposa Meghan, quando ela estava lutando pela sua saúde mental.

As críticas de Harry a sua família durante um episódio de 95 minutos de seu programa de TV "The me you can't see" com Oprah Winfrey, na sexta-feira, foram menos contundentes do que na aparição anterior, para promover a série ou durante a polêmica entrevista que ele e Meghan deram a apresentadora no programa de bate-papo nos Estados Unidos. em março.

Mesmo assim, ele pareceu criticar sua família ao se referir à "vergonha" que as pessoas podem sentir por não identificarem entes queridos sofrendo ou por não saberem como reagir.

"Tantas pessoas têm medo dessa conversa porque não sentem que têm as ferramentas certas para dar o conselho certo. Mas o que você [quer] dizer é ‘Você está aí'. Ouça, porque ouvir e fazer parte dessa conversa é, sem dúvida, o melhor primeiro passo que você pode dar”, disse.

Em sua aparição anterior, ele acusou o príncipe Charles de deixá-lo sozinho enquanto sofria o trauma da morte de sua mãe, a princesa Diana. "Meu pai costumava dizer a William e a mim: 'Bem, foi assim para mim. Então, vai ser assim para você'", afirmou ele.

Uma fonte disse na noite passada que havia grandes preocupações no Palácio de Buckingham de que Harry e sua esposa Meghan, que está grávida, voltem a fazer novas acusações.