Parada do orgulho LGBTQ reúne milhares na capital romena

BUCARESTE (Reuters) - Milhares de romenos se juntaram a uma marcha do orgulho LGBTQIA+ em Bucareste neste sábado, antes da aprovação de um projeto de lei que pode colocar em risco futuros desfiles e alimentar discriminação.

Espera-se que a câmara baixa do Parlamento comece a discutir um projeto de lei já aprovado pelo Senado que proíbe a chamada propaganda gay nas escolas, refletindo medidas vistas na Hungria e na Rússia.

Grupos de direitos LGBTQIA+ alertaram que o projeto de lei discrimina a minoria e pode levar à censura de filmes e notícias sobre a comunidade, bem como restrições a marchas e eventos públicos.

Estima-se que 10 mil pessoas tenham participado da marcha neste sábado, dançando e agitando bandeiras de arco-íris, símbolo do movimento LGBT.

A Romênia, um país de costumes sociais conservadores, descriminalizou a homossexualidade em 2001, décadas depois de outras partes da União Europeia (UE), mas proíbe o casamento e as uniões civis para casais do mesmo sexo.

Uma proibição geral de estudos de identidade de gênero em 2020 foi finalmente derrubada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos