Paraná proíbe entrada de ônibus de estados com transmissão local do novo coronavírus

KATNA BARAN

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - O governador Ratinho Jr. (PSD) determinou nesta quarta-feira (18) a proibição de entrada no Paraná de ônibus vindos de estados em que há transmissão local do novo coronavírus, ou seja, São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Bahia. O governo ainda não esclareceu a partir de quando valerá a medida.

Ele anunciou ainda que pedirá à Infraero que restrinja os voos desses locais para o Paraná e que o governo federal feche as fronteiras internacionais do estado, com Paraguai e Argentina. O governo quer adiar ao máximo possíveis registros de transmissão local do vírus.

Os países vizinhos já fecharam as fronteiras com o estado.

Na mesma coletiva de imprensa, o secretário estadual de saúde Beto Preto confirmou dois novos casos do novo coronavírus no estado: um em Maringá, no norte, e outro em Foz do Iguaçu, justamente na tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai.

Assim, são 14 registros confirmados da doença. O número de suspeitas do novo coronavírus no Paraná caiu de 240 para 67. Outros 119 casos foram descartados.