Parceria de Britney Spears com Elton John já teria nome e data de lançamento

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Britney Spears e Sir Elton John em evento em 2013
Britney Spears e Sir Elton John em evento em 2013. Foto: Michael Kovac/Getty Images

Resumo da notícia:

  • Britney Spears e Elton John estariam preparando parceria inédita

  • Informante divulgou o título da canção e mais detalhes do feat

  • Cantores ainda não se pronunciaram oficialmente sobre o assunto

Rumores apontam que Britney Spears e Elton John estão preparando uma grande parceria inédita. De acordo com o Page Six, a Princesa do Pop estaria regravando secretamente a música "Tiny Dancer", de 1972. No entanto, uma fonte do Deuxmoi, perfil que solta informações sobre celebridades internacionais, deu mais detalhes desse possível feat.

Em anônimo, o informante revelou que o título da música "Hold Me Closer“, descrita como um hino futuro da dança alegre, com previsão de lançamento entre os dias 12 e 19 de agosto nas plataformas digitais.

Segundo a fonte, a faixa foi gravada esse ano, diferente dos boatos que indicavam que eles havia feito a produção em 2015, e a letra mesclaria três canções de Elton. Vale lembrar que “Cold Heart", parceria do britânico com Dua Lipa, seguiu essa mesma linha de composição.

No entanto, Spears e John ainda não fizeram nenhum pronunciamento oficial sobre a possível parceria até o momento da publicação, mas tudo indica que o lançamento está por vir.

Britney Spears planeja autobiografia

Recentemente, foi divulgado que a Princesa do Pop quer lançar uma autobiografia para abrir detalhes de sua história. De acordo com a Variety, Britney planeja contar verdades sobre seu período de tutela, que terminou em novembro de 2021, e quer rebater obras escritas pela mãe, Lyanne, e a irmã, Jamie Linn.

O detalhe é que o contrato com a editora para a produção do livro é de cerca de US$ 15 milhões. Em publicação no Instagram, que já foi excluída, Britney havia dito que o livro serviria de reflexão sobre seus momentos difíceis.

"Nunca me senti ouvida antes, estava gritando por dentro e não importava o que dizia, sempre fui desprezada. Enquanto envelheci, os poderes sob a minha tutela eram literalmente inacreditáveis", afirmou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos