'Parece filme de ficção científica. A gente está ilhado', diz Quitéria Chagas, ao desembarcar na Itália

Quitéria no voo de volta para Itália

Bailarina e rainha de bateria do Império Serrano, Quitéria Chagas, de 39 anos, voltou a respirar aliviada. Ela estava tentando, há duas semanas, regressar para a Itália, onde mora com o marido, Francesco Locati, de 58, e a filha, Elena, de 4. O país é um dos principais atingidos pela pandemia de coronavírus.

"Estava muito angustiada por não saber quando eles fechariam os aeroportos. Tentei antecipar o voo, mas, como fiz uma operação no joelho, não podia voar por risco de trombose", explica. "Imagino quantas famílias estão vivendo essa situação."

Apesar de a família morar em Mião, Quitéria pegou um voo para Roma passando por Dubai. "O aeroporto de Roma está praticamente fechado, o mundo parece ter parado. A gente está ilhado", diz.

Em Roma, Quitéria e a família estão hospedados na casa da mãe de Francesco, que, segundo ela, fica numa área afastada do centro urbano. "É como se fosse um sítio", define. "O supermercado está funcionando, mas existe um controle na entrada, só entram três pessoas de cada vez", emenda. A maior angústia de Quitéria era ficar longe da filha, Elena. "Estava há dois meses sem vê-la. Vou abraçá-la, beijá-la e agarrá-la muito", comemora. A família não tem ideia de quando poderá voltar para Milão. "Proibiram o trânsito de uma área para outra dentro da Itália, a Elena está sem aula há um mês. Fico imaginando a situação da periferia de cada região italiana. Jamais imaginaria que isso pudesse acontecer, parece um filme de ficção científica", conclui.