'Parece um avião': poltronas, qualidade e limpeza do metrô de Doha impressionam estrangeiros; veja fotos

Em uma Copa do Mundo com os jogos concentrados numa mesma cidade, o transporte público precisa funcionar como relógio. Mas não é só a pontualidade que tem chamado a atenção de torcedores e jornalistas durante o Mundial: o metrô de Doha possui instalações novas, estações imponentes e estrutura interna impecável.

"Parece um avião, mas é um metrô. A linha verde do metrô do Catar é impecável", escreveu o jornalista argentino Diego Bautista.

As poltronas da primeira composição de cada trem, realmente, lembram de um avião. Nas cores tradicionais do Catar (dourado com detalhes marrons), elas são grandes, acolchoadas e com confortável encosto para a cabeça. É onde, geralmente, se sentam famílias locais, embora não tenha divisão entre os vagões. O piso tem tom amadeirado e o teto possui desenhos geométricos, que também decoram os vidros ao lado das portas. Os demais vagões têm poltronas "mais simples", embora também confortáveis.

As estações se destacam pela limpeza e imponência. Todas ainda com instalações muito novas, uma vez que o sistema foi inaugurado em 2019. Existem três linhas principais (verde, vermelha e dourada), e há planos de inauguração da linha azul até 2027. São 76 quilômetros de extensão passando por 37 estações.

Sete dos oito estádios da Copa do Mundo são servidos pelo transporte sobre trilhos. Apenas o Al Bayt, ao Norte do país, não é atendido por linha de metrô.