Trump diz que encontro com Kim foi "fantástico" e que em breve assinarão algo

Singapura, 12 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira que sua reunião com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, foi "melhor do que o esperado", e que ambos planejaram assinar em breve um documento, do qual não deu detalhes.

Depois de 3h30 de reuniões, Trump e Kim deixaram a sala onde almoçaram juntos e passearam até outra área do hotel Capella, em Singapura, onde se separaram para se reunir com suas respectivas delegações e avaliar os progressos da cúpula.

"A reunião (com Kim) foi realmente fantástica. Aconteceram muitos avanços. (Foi) o máximo! Melhor do que se poderia esperar", disse Trump, em uma rápida declaração para a imprensa, durante seu passeio com Kim.

"Vamos em breve assinar algo", acrescentou o presidente, sem especificar se referia à assinatura de uma declaração conjunta ou outro documento.

Trump então se dirigiu ao lado de Kim para a comitiva de veículos estacionados em frente ao hotel Capella, com a aparente vontade de mostrar ao líder norte-coreano sua limusine, apelidada de "A Besta".

Depois, os líderes ficaram parados durante vários minutos em frente a uma das portas do hotel, aparentemente confusos sobre onde deveriam ir, e finalmente entraram em salas separadas ao lado de suas respectivas delegações.

Trump convocou uma entrevista coletiva às 16h (horário local, 5h de Brasília), na Ilha de Sentosa. EFE