Parlamentar britânico é esfaqueado e morto dentro em evento em igreja

·1 min de leitura
LONDON<UNITED KINGDOM - OCTOBER 16: David Amess MP in the Prime Ministers Office at the House of Commons on October 16,2016 in London, United Kingdom. (Photo by Zoe Norfolk/Getty Images)
David Amess era do Partido Conservador, mesmo do primeiro-ministro Boris Johnson (Foto: Zoe Norfolk/Getty Images)
  • Parlamentar britânico David Amess foi esfaqueado e morto nesta sexta-feira (15)

  • Ele participava de um evento em uma igreja quando foi atacado

  • Um homem de 25 anos foi preso, suspeito de ser o responsável pelo ataque

O parlamentar britânico David Amess, de 69 anos, morreu após ser esfaqueado diversas vezes nesta sexta-feira (15). O político participava de um evento com eleitores dentro de uma igreja, em Essex, quando foi atacado. A informação foi confirmada pela polícia local.

Segundo a emissora de televisão local Sky, um homem invadiu a igreja onde ocorria o evento e esfaqueou Amess. O gabinete do parlamentar confirmou a versão. A policia informou que um homem de 25 anos foi preso e ninguém mais é procurado.

Leia também:

David Amess era parte do Partido Conservador, mesmo do primeiro-ministro Boris Johnson, e representava o distrito de Southend West. 

LEIGH-ON-SEA, ENGLAND - OCTOBER 15: Police officers attend following the stabbing of UK Conservative MP Sir David Amess as he met with constituents at a constituency surgery on October 15, 2021 in Leigh-on-Sea, England. Sir David Amess, 69, Conservative MP for Southend West from Basildon, has died after being stabbed multiple times at his constituency surgery taking place in Belfair Methodist Church. (Photo by John Keeble/Getty Images)
Ataque aconteceu na sexta-feira (15), em Essex (Foto: John Keeble/Getty Images)

A polícia afirmou em nota que, ao chegar no local, encontrou um homem ferido. O parlamentar chegou a ser socorrido por paramédicos por mais de uma hora, mas não resistiu. 

David Amess era casado e pai de cinco filhos. Conservador, ele se posicionada contra o casamento homoafetivo e contra a legalização do aborto. 

Repercussão no país 

A esposa de Boris Johnson, Carrie Johnson, lamentou a morte e fez elogios ao parlamentar. "Ele era muito gentil e bondoso, uma pessoa que amava os animais e um verdadeiro 'gentleman'. Isso é completamente injusto", declarou. 

Nadhim Zahawi, ministro da Educação, e Sajid Javid, ministro da Saúde, também lamentaram a morte de David Amess. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos