Parlamentares dos EUA intensificam esforço bipartidário para combate a China

Patricia Zengerle e Michael Martina
·1 minuto de leitura
.

Por Patricia Zengerle e Michael Martina

WASHINGTON (Reuters) - Uma pressão parlamentar bipartidária dos Estados Unidos contra a China ganhou força nesta quarta-feira, com o apoio majoritário de comitê do Senado a projeto de lei que pressiona Pequim sobre direitos humanos e concorrência econômica e com a introdução de medida pedindo bilhões para pesquisas tecnológicas.

O Comitê de Relações Exteriores do Senado apoiou a "Lei de Competição Estratégica de 2021" por 21 a 1, enviando o projeto para votação no Senado, de 100 membros.

Separadamente, um grupo de legisladores do Senado e da Câmara dos Representantes apresentou o "Endless Frontier Act", pedindo 100 bilhões de dólares em cinco anos para pesquisa de tecnologia básica e avançada e 10 bilhões de dólares para criar novos "centros de tecnologia" em todo o país.

Ambos os projetos de lei têm forte apoio dos dois partidos e devem em algum momento se tornar leis. O desejo de uma linha dura nas negociações com a China é um dos poucos sentimentos verdadeiramente bipartidários no profundamente dividido Congresso dos Estados Unidos, controlado por uma pequena margem pelos democratas do partido do presidente Joe Biden.

(Reportagem de Patricia Zengerle; Edição de Howard Goller e Sonya Hepinstall)

((Tradução Redação Brasília; 55 61 3329-6330))

REUTERS MCM AAP