Parlamentares dos EUA pedem legislação de privacidade após reportagem da Reuters sobre lobby da Amazon

·2 min de leitura

Por Chris Kirkham e Jeffrey Dastin

(Reuters) - Cinco membros do Congresso dos Estados Unidos defenderam uma legislação federal de privacidade do consumidor depois que uma reportagem da Reuters, publicado na sexta-feira, revelou como a Amazon.com liderou uma campanha secreta para quebrar proteções de privacidade em 25 estados, enquanto acumulava um tesouro valioso de dados pessoais de consumidores norte-americanos.

"A Amazon vergonhosamente lançou uma campanha para suprimir a legislação de privacidade enquanto seus dispositivos ouvem e assistem nossas vidas", escreveu o senador norte-americano Richard Blumenthal, democrata de Connecticut. "Este é, agora, o movimento clássico das Big Tech: empregar dinheiro e exércitos de lobistas para lutar contra reformas significativas nas sombras, mas alegar apoiá-los publicamente."

O senador Ron Wyden, democrata do Oregon que apresentou vários projetos de lei de privacidade nos últimos anos, disse em um comunicado que a matéria da Reuters mostrou como empresas como a Amazon estão "gastando milhões para enfraquecer as leis estaduais" e esperando que o Congresso também atenue a legislação federal "até que seja inútil."

"O Congresso precisa provar que a Amazon está errada e aprovar uma legislação que finalmente impeça que grandes corporações abusem e explorem nossos dados pessoais", disse Wyden.

Questionada, a Amazon não respondeu diretamente às críticas do parlamentar sobre sua campanha de lobby contra as proteções à privacidade. A companhia disse que deseja uma lei federal de privacidade que "exija transparência sobre as práticas de dados, proíba a venda de dados pessoais sem consentimento e garanta que os consumidores tenham o direito de solicitar acesso e exclusão de suas informações pessoais".

Jan Schakowsky, democrata de Illinois que preside um importante subcomitê de proteção ao consumidor da Câmara que lida com questões de privacidade, disse que as revelações da Reuters mostram como a Amazon está trabalhando para obstruir a legislação de privacidade do consumidor, enquanto "afirma apoiar" tais regulamentações.

Duas parlamentares que representam regiões com presença significativa da Amazon - a senadora norte-americana Marsha Blackburn, republicana do Tennessee, e a deputada Suzan DelBene, democrata do estado de Washington - também disseram que as conclusões da Reuters mostram a necessidade de uma ação federal para proteger os consumidores.

"O Congresso protegerá a privacidade dos consumidores para impedir que grandes empresas de tecnologia roubem informações pessoais dos americanos, gostem ou não", disse Blackburn em um comunicado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos