Parlamento aprova lei para regulamentar eleições legislativas na Líbia

·1 minuto de leitura
Representantes das administrações rivais da Líbia durante conversas em Rabat, a capital do Marrocos, em 30 de setembro de 2021 (AFP/FADEL SENNA)

O Parlamento da Líbia aprovou uma legislação eleitoral que regulamentará as eleições legislativas, anunciou nesta segunda-feira (4) o seu porta-voz, mais de três semanas após a adoção de uma polêmica lei que rege o componente presidencial do pleito duplo marcado para dezembro.

"A lei eleitoral foi aprovada pela Câmara de Representantes durante a sessão de hoje", anunciou no Twitter o porta-voz do Parlamento, Abdallah Bliheq.

Afundada no caos desde a derrocada do regime de Muamar Kadhafi, em 2011, a Líbia tenta deixar para trás uma década de um conflito marcado pela existência de poderes rivais e por muita violência.

Depois que os combates entre os grupos rivais cessaram no verão boreal de 2020, em março deste ano foi formado um governo unificado para conduzir a transição. A formação deste Executivo, após um processo político promovido pela ONU, ofereceu um sinal de esperança.

O governo, dirigido pelo empresário Abdelhamid Dbeibah, tem como missão unificar as instituições e concluir a transição política, organizando eleições legislativas e presidenciais em 24 de dezembro.

A aprovação da lei sobre as eleições legislativas aconteceu pouco mais de três semanas depois que o Parlamento de Tobruk (leste) deu sinal verde para o projeto de lei que estabelecerá as regras para a escolha do futuro presidente.

A legislação foi ratificada sem ser submetida à votação e favorece Khalifa Haftar, o homem-forte do leste do país, para desgosto das autoridades rivais em Trípoli.

A realização de eleições na Líbia ainda é vista com muita incerteza, pois as divisões entre as lideranças locais continuam profundas e a campanha eleitoral ainda não começou.

hme/ezz/all/jvb/yow/rpr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos