Parlamento britânico aprova eleições antecipadas em junho

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Parlamento britânico aprovou nesta quarta-feira (19), por 522 votos a 13, o plano da primeira-ministra Theresa May de realizar uma eleição nacional antecipada.

O Reino Unido só teria uma eleição nacional em 2020, mas May disse nesta terça-feira (18) que gostaria de antecipar a votação para 8 de junho deste ano como uma forma de fortalecer a posição do governo nas negociações com a União Europeia sobre a saída do Reino Unido do bloco.

A premiê precisava do apoio de mais de dois terços dos 650 membros do Parlamento para conseguir aprovar a eleição antecipada.

Assim, dentro de sete semanas, os britânicos voltarão às urnas depois de três eleições importantes em menos de três anos: o referendo sobre a independência da Escócia, em setembro de 2014, as eleições gerais, em maio 2015, e o referendo sobre a UE Junho de 2016.

"Vou pedir ao britânico um mandato para completar o 'brexit' e torná-lo um sucesso," disse May no Parlamento.

A oposição concentrou suas críticas sobre a mudança de atitude de May, que até agora tinha se recusado a promover eleições antecipadas, argumentando que isso traria instabilidade ao país.