Parlamento do Egito se reunirá em 10 de janeiro depois de três anos

CAIRO (Reuters) - O presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, convocou o novo parlamento para uma sessão em 10 de janeiro, disse uma emissora de televisão estatal nesta quinta-feira, mais de três anos depois da dissolução da antiga câmara dominada pelos islamitas.

O Egito teve a segunda fase das eleições parlamentares em novembro, mas críticos disseram que a votação foi prejudicada por uma repressão aos muçulmanos e outros grupos de oposição.

O novo parlamento, que será dominado por uma aliança leal a Sisi, tem 568 membros eleitos mais 28 indicados pelo próprio presidente.

O último parlamento do Egito foi eleito em 2011/12, nas primeiras eleições livres do país, depois de uma revolta popular que encerrou a presidência de 30 anos do autocrata Hosni Mubarak.

(Por Omar Fahmy e Asma Alsharif)