Parlamento israelense votará no domingo sobre futuro governo sem Netanyahu

·1 minuto de leitura
Benjamin Netanyahu é o primeiro-ministro de Israel desde 2009

O Parlamento israelense se pronunciará no próximo domingo sobre o futuro governo do país, última etapa antes que uma nova coalizão suceda no poder o atual primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, anunciou nesta terça-feira o presidente do órgão legislativo.

"O debate e a votação sobre o novo governo acontecerão no domingo 13 de junho em uma sessão especial do Parlamento", afirmou em um comunicado Yariv Levin, presidente da Kneset, o Parlamento de Israel.

A coalizão heterogênea foi formada no prazo final, em 2 de junho, pelo líder da oposição Yair Lapid, que se aliou a dois partidos de esquerda, dois de centro, três de direita, incluindo o Yamina (nacionalistas radicais) e ao partido árabe Raam (islamita).

Lapid, líder do partido Yesh Atid, elogiou no Twitter o anúncio de Levin e destacou que "o governo de união está em marcha pelo bem dos cidadãos de Israel".

Esta nova coalizão, que acabará com dois anos de crise política no país, período em que foram organizadas quatro eleições legislativas, foi formada sobretudo para afastar do poder Netanyahu, o primeiro-ministro mais longevo da história de Israel, com 15 anos no cargo (1996-1999 e de 2009 até agora).

mib/dar/vl/bl/mar/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos