Operações do Exército no Sinai acabam com 9 suspeitos de terrorismo mortos

Cairo, 16 jul (EFE). - Ao todo, nove suspeitos de terrorismo morreram e outro foi capturado em operações do Exército egípcio na Península do Sinai (nordeste), informou o porta-voz das Forças Armadas do Egito, Tamer el-Refai, neste domingo.

Em comunicado, ele detalhou que em uma das operações foram abatidos três "terroristas" e destruídos um veículo e cinco armazéns de explosivos e munição. Em outra operação, as tropas conseguiram destruir um veículo que transportava materiais explosivos e mataram seis terroristas jihadistas em uma área montanhosa do centro da Península do Sinai, conforme o comunicado.

Refai informou que a aviação egípcia destruiu 15 veículos que transportavam armas e munição e que tentavam entrar através da fronteira com Líbia.

O Wilayat Sina, ramificação egípcia do grupo jihadista Estado Islâmico, opera na província do Sinai do Norte e reivindicou a maioria dos atentados de grande porte ocorridos nos últimos anos no país. O ataque mais recente foi na semana passada, quando 26 militares morreram na explosão de vários carros-bomba em um posto de controle perto da fronteira com a Faixa de Gaza.

O Egito está em estado de emergência desde 9 de abril, por causa dos atentados do EI contra duas catedrais coptas do norte do Egito no Domingo de Ramos. Mais de 40 pessoas morreram nessas ações. EFE