Parque de Itatiaia, no Sul Fluminense, registra recorde de frio no Brasil em 2020

Diego Amorim
Geadas são comuns no Parque de Itatiaia (Arquivo)

O Estado do Rio bateu o recorde de frio do ano na madrugada desta quinta-feira. A estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no Parque Nacional do Itatiaia, Sul Fluminense, registrou -5.1 graus às 2h, temperatura mais baixa verificada no Brasil este ano. A estação está localizada a 2.450 metros de altitude. Antes, o recorde era de -3,9 graus, também registrado em Itatiaia, no dia 26 de março.

— A temperatura negativou ontem (quarta-feira) às 20h e foi assim até 7h. Foram 11 horas com o termômetro abaixo de zero. Houve uma forte geada na região, -5,1 é uma marca expressiva. Acho que o recorde não será batido nesses próximos dias — afirma pesquisador em climatologia Carlos Dias, que monitora a estação no parque.

Apesar do frio registrado nesta madrugada no estado, ao longo da quinta-feira o tempo continua estável na cidade do Rio por conta de um sistema de alta pressão. Segundo o sistema Alerta Rio, da prefeitura, o céu estará claro a parcialmente nublado e sem chuva. Os ventos estarão fracos a moderados. As temperaturas permanecerão estáveis em relação ao dia anterior, com máxima de 33 graus.

Até sexta-feira, feriado do Dia do Trabalho, um sistema de alta pressão deve manter o tempo estável na cidade e sem chuva. Já na madrugada de sábado, a aproximação de uma frente fria pelo oceano pode aumentar a nebulosidade e a intensidade dos ventos. A partir da tarde, há previsão de chuva fraca isolada em vários pontos do Rio.

No domingo, o transporte de umidade do oceano para o continente manterá o céu com muitas nuvens e com chuva fraca isolada a qualquer momento. Na segunda-feira o tempo volta a ficar estável, sem previsão de chuva e com temperatura máxima de 30 graus.