Parte da Europa inicia desconfinamento nesta segunda-feira

Surfista se prepara para entrar no mar na praia de Ostia, perto de Roma, em 1 de maio de 2020

Após semanas confinada, parte da Europa começa, com cautela, a voltar à normalidade. A partir desta segunda-feira, vários países iniciam um desconfinamento progressivo:

- Itália -

Em alguns setores, como o da construção, o dos automóveis e o de luxo, o trabalho foi retomado em 27 de abril.

A partir desta segunda, os italianos poderão visitar parentes e se reunir em número reduzido. Os parques reabrirão, respeitando o distanciamento físico de mais de um metro.

Os setores de manufaturas, construção e atacadistas poderão abrir fábricas e lojas e retomar suas obras.

Bares e restaurantes poderão vender comida para viagem. Sua abertura total será em 1º de junho.

Os deslocamentos continuarão sendo limitados ao interior da comunidade de residência, e submetidos a exigências de trabalho e saúde.

- Espanha -

O confinamento estrito do país foi suavizado em 26 de abril, com a autorização para que crianças passeassem na companhia de um adulto por uma hora diária. Desde ontem, maiores de 14 anos podem praticar esportes individuais ou passear sob condições estritas.

A partir desta segunda, pequenos comércios, como salões de beleza, poderão receber clientes agendados. Bares e restaurantes poderão vender comida para viagem. O uso da máscara será obrigatório no transporte público.

Em algumas ilhas baleares e nas Canárias, a maioria das lojas, museus e terraços de bares e restaurantes poderão abrir com capacidade limitada, bem como hotéis, sob condições. O restante do país fará o mesmo a partir de 11 de maio.

Até o fim total do confinamento, os espanhóis não poderão sair de suas províncias.

- Alemanha -

A maioria dos estabelecimentos comerciais com menos de 800 m² abriu no último dia 20. A partir desta segunda, as escolas abrirão aos poucos em algumas regiões (Sarre, Saxonia-Anhalt, Bremen).

Salões de beleza também abrirão. Locais de culto, museus, memoriais e zoológicos já o fizeram.

O uso de máscara será progressivamente obrigatório nos transportes e no comércio.

- Áustria -

A Áustria já autorizou a reabertura de algumas lojas não-essenciais. Hipermercados, salões de beleza e instalações esportivas ao ar livre reabriram neste fim de semana.

A restrições de deslocamento foram eliminadas e estão autorizadas reuniões de até 10 pessoas, com distanciamento social.

Nesta segunda, os alunos que se preparam para a prova de acesso às universidades retornarão às escolas, antes do retorno progressivo dos demais. O uso de máscara é obrigatório nos transportes e no comércio.

- Bélgica -

As empresas que não lidam com o público se preparam para reabrir nesta segunda, e o uso de máscara será obrigatório nos transportes.

- Portugal -

Livrarias e concessionárias de automóveis reabrirão amanhã. O comércio local de até 200 m² que dê para a rua também poderá abrir, com o uso de máscara. Salões de beleza funcionarão sob agendamento.

Alguns serviços públicos abrirão com agendamento e uso obrigatório de máscara, que também é obrigatória no transporte público.

Esportes individuais ao ar livre estão autorizados.

- Eslovênia -

Amanhã serão reabertos terraços de cafés e restaurantes, museus, livrarias e salões de beleza. Os treinos esportivos profissionais serão retomados.

O uso de máscara é obrigatório em locais públicos fechados, nos transportes e no comércio.

- Hungria -

Fora de Budapeste, reabrirão terraços de cafés e restaurantes, praias e banheiros públicos, e serão retomados os treinos esportivos profissionais.

A máscara é obrigatória nos transportes e no comércio.

- Polônia -

O governo anunciou a reabertura, nesta segunda, de hotéis, centros comerciais, parte dos centros culturais e alguns museus.

- Croácia -

Algumas lojas, museus e bibliotecas reabriram na semana passada. Reuniões religiosas estão autorizadas desde ontem.

Amanhã, os serviços que têm contato próximo com o cliente, como salões de beleza, poderão reabrir.

- Sérvia -

Amanhã serão reabertos cafés e restaurantes, guardando as distâncias, e o uso de máscara será obrigatório no transporte público e em trens interprovinciais e ônibus de longa distância.

- Grécia -

Cerca del 10% do comércio fechado poderá reabrir amanhã: livrarias, salões de beleza e lojas de eletrônicos, artigos esportivos e jardinagem.

- Países nórdicos -

Na Islândia, universidades, museus e salões de beleza reabrirão amanhã.

Dinamarca e Noruega, em regime de semiconfinamento, foram alguns dos primeiros países europeus a aliviar as restrições. Os dinamarqueses foram os primeiros a voltar às aulas, em 15 de abril.

burs-ber/acm/af/zm/lb