Participante do 'BBB 23', Key Alves fatura R$ 150 mil por mês com conteúdo adulto e redes sociais

Musa do vôlei e integrante do Camarote do "BBB 23", Key Alves sabe como usar o título de jogadora mais seguida do mundo a seu favor. Líbero do Osasco e, agora, moradora da casa mais vigiada do Brasil, a atleta ganha 50 vezes mais, fora das quadras, do que fatura dentro delas.

Vendendo fotos sensuais numa plataforma de conteúdo adulto e fazendo posts patrocinados nas redes sociais, a jogadora de vôlei ganha cerca de R$ 150 mil por mês.

Do faturamento total do mês, R$ 100 mil vêm só com ensaios e fotos que faz em seu perfil adulto. O que complementa — ainda mais — a renda da atleta são as publicações patrocinadas que faz em sua conta com mais de 7 milhões de seguidores no Instagram.

Antes de entrar no "BBB 23", Key contava com uma equipe para auxiliá-la na produção de conteúdo e nos trabalhos que fazia na web. Ela decidiu, por exemplo, comercializar as fotos sensuais após perceber que a maioria de seu público era masculino, conforme já declarou.

Além do mais, eram registros que, vez ou outra, já disponibilizava no Instagram. Agora, porém, esse conteúdo é limitado para aqueles que desembolsam a quantia para ter acesso.