Participantes do 'Big Brother Itália' choram ao falar com familiares devido ao coronavírus

1 / 3

bbbitalia3.jpg

Participante chora ao ouvir a voz de familiar no Big Brother Itália

Diante da situação crítica enfrentada pela Itália durante a pandemia do Covid-19, que já matou mais de três mil pessoas no país europeu, a direção do ''Grande Fratello'', versão italiana do ''Big Brother'', permitiu que seus participantes ligassem para seus familiares na última segunda-feira, dia 17.

Antes dos confinados no ''Big Brother VIP 4'' entrarem em contato com os parentes, o apresentador Alfonso Signorini explicou o porquê da liberação de contato telefônico:

''A situação em que estamos na Itália e em outros países é única, incrível e nunca aconteceu antes. Contaremos tudo a vocês e lhe daremos a oportunidade de conversar com seus entes queridos, um a um. Mostraremos a você o que os italianos estão fazendo para trazer a vocês pouco de leveza e todos os dias forneceremos novas informações".

italianos

O site da atração mostrou a emoção de cada um dos confinados, dizendo que eles ''soltaram um grito libertador'' ao constatarem que seus entes estão bem em meio a grave crise no país. Inicialmente programado para terminar em 27 de abril, o ''Big Brother VIP 4'' será encerrado no próximo dia 8 devido ao surto de coronavírus.

Brasileiros também foram avisados sobre pandemia

Os participantes do "Big Brother Brasil 20" também avisados que o Brasil e o mundo enfrentam a epidemia do coronavírus na última segunda-feira, dia 16. Tiago Leifert recebeu no estúdio no programa um médico infectologista que conversou com a casa e tirou dúvidas sobre os hábitos de higienização e medidas preventivas ao avanço do Covid-19. Quebrando o protocolo de receberem informações do mundo exterior, os brothers ainda foram informados sobre o estado de saúde dos familiares, que passam bem.