Partido de Bolsonaro: Aliança pelo Brasil acaba e milhares de apoios são invalidados

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Brazilian President Jair Bolsonaro attends the Brazilian Army Day celebration at the Army Headquarters in Brasilia, on April 19, 2022 (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Brazilian President Jair Bolsonaro attends the Brazilian Army Day celebration at the Army Headquarters in Brasilia, on April 19, 2022 (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
  • Aliança pelo Brasil acaba e milhares de apoios são invalidados

  • Partido foi lançado em novembro de 2019 por Bolsonaro

  • Legenda só conseguiu 183 mil assinaturas, e precisava de ao menos 492 mil

Terminou o prazo para que o partido Aliança pelo Brasil apresentasse ao menos 492 mil assinaturas de apoio para sua criação.

Lançada em novembro de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro, a legenda só conseguiu 183 mil assinaturas. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Com isso, além das assinaturas de apoio válidas, outras dezenas de milhares em análise pelos cartórios eleitorais serão descartadas.

A lei diz que todo partido novo deve ter, em até dois anos, um apoio popular mínimo: de 492 mil assinaturas. Por conta da pandemia de covid-19, esse prazo foi estendido em mais quatro meses.

A criação do partido Aliança pelo Brasil começou a ser pensado após Bolsonaro sair do PSL, sigla em que se elegeu presidente em 2018. O PSL, juntamente com o DEM, formou o União Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos