Partido de Bolsonaro elege oito senadores e terá a maior bancada em 2023

Partido de Bolsonaro elegeu oito senadores (AP Photo/Eraldo Peres)
Partido de Bolsonaro elegeu oito senadores (AP Photo/Eraldo Peres)
  • Partido de Bolsonaro terá oito novo senadores na bancada

  • PL chegou a um total de 14 nomes na bancada após eleição de domingo

  • Neste momento, trata-se do partido com mais senadores do país

Se ficou atrás de seu principal rival, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na corrida presencial, Jair Bolsonaro teve motivos para comemorar após a eleição de domingo (2). Além de ter conseguido levar a disputa para o segundo turno, o presidente viu seu partido, o PL, ficar com a maior bancada no Senado.

Somente no fim de semana, o PL conseguiu eleger oito senadores. São eles: Magno Malta (Espírito Santo), Wilder Morais (Goiás), Wellington Fagundes (reeleito em Mato Grosso), Romário (reeleito no Rio de Janeiro), Rogério Marinho (Rio Grande do Norte), Jaime Bagattoli (Rondônia), Jorge Seif (Santa Catarina) e Marcos Pontes (São Paulo).

Estes nomes se juntam aos outros seis do partido que já estavam na bancada, totalizando 14: Carlos Portinho (Rio de Janeiro), Carlos Viana (Minas Gerais), Flávio Bolsonaro (Rio de Janeiro), Jorginho Mello (Santa Catarina), Marcos Rogério (Rondônia) e Zequinha Marinho (Pará).

O PL só perderá a liderança se o União Brasil e o PP efetivarem a fusão que anunciaram no último sábado (1º). Neste caso, o novo partido chegaria a 16 senadores.

Neste momento, o segundo partido com mais senadores é o PSD, com 12, seguido justamente do União Brasil e do MDB, ambos com 10.

Partido de Lula, o PT terá a quinta maior bancada do Senado, passando de sete para nove senadores.

Além dos nomes já citados, confira os candidatos eleitos para o Senado no domingo (2):

ACRE

Alan Rick (União Brasil)

ALAGOAS

Renan Filho (MDB)

AMAPÁ

Davi Alcolumbre (União Brasil)

AMAZONAS

Omar Aziz (PSD)

BAHIA

Otto Alencar (PSD)

CEARÁ

Camilo Santana (PT)

DISTRITO FEDERAL

Damares Alves (Republicanos)

MARANHÃO

Flávio Dino (PSB)

MATO GROSSO DO SUL

Tereza Cristina (PP)

MINAS GERAIS

Cleitinho Azevedo (PSC)

PARÁ

Beto Faro (PT)

PARAÍBA

Efraim Filho (União Brasil)

PARANÁ

Sérgio Moro (União Brasil)

PERNAMBUCO

Teresa Leitão (PT)

PIAUÍ

Wellington Dias (PT)

RIO GRANDE DO SUL

Hamilton Mourão (Republicanos)

RORAIMA

Hiran Gonçalves (PP)

SERGIPE

Laércio Oliveira (PP)

TOCANTINS

Professora Dorinha (União Brasil)