Partidos se reúnem para discutir candidatura de centro em 2022 e descartam apoio a Lula ou Bolsonaro

·2 minuto de leitura

BRASÍLIA - Presidentes de PSDB, DEM, PV, Cidadania e Podemos se reuniram nesta quarta-feira para discutir uma candidatura de centro para a eleição presidencial de 2022, a chamada "terceira via". Também participaram do encontro, na casa de um advogado em Brasília, representantes do MDB e do SD. Ao final da reunião, os dirigentes indicaram que houve um consenso: as legendas não vão apoiar nem a candidatura do presidente Jair Bolsonaro nem a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Esse "consenso" foi anunciado, em entrevista à imprensa ao fim do evento, pelos presidentes do PSDB, Bruno Araújo, e do Cidadania, Roberto Freire.

- O número de brasileiros que se posiciona hoje para uma nova alternativa é maior que o apoio a Lula ou Bolsonaro. Mas é uma maioria silenciosa, que não faz motociata nem manifestação. É para esses brasileiros que queremos falar - disse Araújo.

Roberto Freire afirmou que a reunião não discutiu nomes de possíveis candidatos. Entretanto, um dos articuladores desse encontro foi o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, que tem se colocado como presidenciável em conversas de bastidores.

- O ambiente para uma terceira via à Presidência é muito positivo. No momento, não falamos de nomes, mas de programas - afirmou Roberto Freire.

O presidente do DEM, ACM Neto, deixou o evento sem falar com jornalistas. Publicamente, Neto nega ter se aproximado do presidente Jair Bolsonaro, mas, nos bastidores, o ex-prefeito de Salvador é apontado como um possível apoiador da reeleição de Bolsonaro no próximo ano.

Representando o presidente do MDB, Baleia Rossi, que não foi ao evento, o deputado Herculano Passos afirmou que a ideia é o grupo indicar, até o início do ano que vem, o nome que encabeçará a chapa. Os presidentes do PDT e do PSL, Carlos Lupi e Luciano Bivar, foram convidados mas não compareceram.

Dirigentes afirmam que o nome será avaliado após a realização de pesquisas de intenção de voto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos