Passageira agride comissária e impede decolagem no aeroporto de Confins (MG)

Aeronave da companhia aérea Azul aguarda passageiros. (Getty Creative)
Aeronave da companhia aérea Azul aguarda passageiros. (Getty Creative)

Uma aeronave que tinha iniciado a decolagem do aeroporto de Confins (MG) precisou cancelar os procedimentos e retomou ao ponto inicial após uma passageira agredir uma comissária de bordo. O caso ocorreu nesta sexta-feira (15) e o vôo tinha como destino o aeroporto de Congonhas (SP).

Segundo a empresa aérea Azul, a cliente agressora apresentava sinais de embriaguez e foi retirada do avião por agentes da Polícia Federal. Em nota, a companhia não deu detalhes sobre a agressão e lamentou o ocorrido.

"A companhia está prestando toda a assistência à tripulante e lamenta eventuais aborrecimentos ocorridos aos demais clientes", afirmou a Azul em nota. O voo acabou ocorrendo, mas a chegada na capital paulista, que estava prevista para às 13h47, ocorreu somente às 15h28.

A PF declarou que os procedimentos de decolagem da aeronave foram cancelados por decisão do comandante e que a passageira acabou sendo detida.

O órgão afirmou que a mulher apresentava "comportamento inadequado" e que ela foi levada para uma avaliação psiquiátrica em um hospital. Posteriormente, ela deverá ser encaminhada à Superintendência da PF em Belo Horizonte para os procedimentos devidos", diz o posicionamento. A identidade da passageira não foi revelada e não foi possível contactar os representantes legais da mulher. As informações são do portal UOL.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos