Passageiro da United diz ter sido picado por escorpião em voo saindo do Texas

NOVA YORK (Reuters) - Um passageiro da United Airlines reclamou nesta sexta-feira de ter sido picado por um escorpião durante um voo de Houston, no Texas, para Calgary, em Alberta, encerrando uma semana difícil para a imagem pública de uma das maiores companhias aéreas do mundo.

O homem disse que o escorpião caiu do bagageiro em sua cabeça e o picou embaixo da unha, de acordo com a United e reportagens na mídia.

"Estávamos no avião há cerca de uma hora, jantando, e então algo caiu na minha cabeça e eu o peguei", disse o passageiro Richard Bell à CBS em entrevista por Skype. Ele afirmou que outro passageiro do México o avisou que se tratava de um escorpião e do perigo.

Atendentes de voo da United ajudaram o passageiro após ele ter sido picado "pelo que parecia ser um escorpião", disse a porta-voz da companhia aérea, Maddie King, em email na sexta-feira, acrescentando que um médico no local assegurou a tripulação não haver risco à vida do passageiro.

A United está "contatando o cliente para se desculpar e discutir o assunto", afirmou ela.

A companhia aérea passou a semana em apuros para conter os prejuízos após a divulgação de um vídeo mostrando seguranças arrastando um passageiro para fora da aeronave no domingo em Chicago, enquanto outros passageiros observaram horrorizados.

David Dao, um médico vietnamita-norte-americano de 69 anos, sofreu concussão e teve o nariz quebrado ao ser arrastado para fora do avião e provavelmente processará a empresa, conforme informou seu advogado na quinta-feira.

(Por Frank McGurty, em Nova York e Alana Wise, em Washington)