Passageiros acusam homem de cometer atos obscenos em ônibus de condomínio, na Barra da Tijuca

Um homem foi levado para a delegacia, nesta quinta-feira, após ser acusado por passageiros de um ônibus da Associação Bosque Marapendi (ABM) – que circula entre alguns condomínios da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, e também tem outros destinos, como Centro e Zona Sul – por praticar atos obscenos. Segundo a Polícia Militar, policiais do 23º BPM (Leblon) realizavam patrulhamento pela Autoestrada Engenheiro Fernando Mac Dowell, quando foram solicitados por passageiros que desceram de um ônibus informando que havia um homem cometendo atos obscenos.

Tentativa de assassinato: Homem é condenado a 50 anos de prisão por morte de PM no Sul Fluminense

Denúncia: Mãe de santo acusa direção de hospital de intolerância religiosa por não ter acesso a paciente; diretor nega

No perfil da página A Folha do Bosque, uma moradora contou que sua filha desceu do coletivo após presenciar a cena:

"Minha filha saiu agora da delegacia por causa desse criminoso. Pedófilo do ônibus da ABM".

Os policiais abordaram o indivíduo, que foi conduzido para a 15ª DP (Gávea). A Polícia Civil não informou se o homem chegou a ser preso.