Passageiros do BRT jogam grades em pista do Terminal Alvorada por demora de articulados; Mobi-Rio critica 'baderneiros'

RIO — O fim do dia na terça-feira foi tumultuado para os passageiros do BRT que tentavam embarcar no Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Segundo a Mobi-Rio, que opera o sistema, um "grupo de baderneiros" derrubou e jogou grades numa das pistas de circulação dos articulados. Nas redes sociais, quem estava no local contou que foi uma resposta à demora por falta de ônibus.

As grades lançadas na pista eram usadas para separar as filas de passageiros para embarque. O tumulto teve início por volta das 19h de ontem. Na hora do rush, passageiros reclamavam que não havia articulados no terminal, como mostraram vídeos publicados na internet.

De acordo com a Mobi-Rio, "um grupo de baderneiros lançou ao chão as grades, com a ajuda inclusive de camelôs, interrompendo a circulação de BRTs no local". A nota não cita que havia demora na circulação do sistema antes de o tumulto começar.

Ainda de acordo com o comunicado, o BRT Seguro e a Guarda Municipal foram acionados e a circulação foi normalizada após os intervalos das linhas serem afetados. Nas redes, as gravações mostram os agentes do BRT recolocando as grades.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos