Passageiros de cruzeiro são presos com dólares falsos em Maceió

A Polícia Federal prendeu ontem em Maceió três passageiros de um cruzeiro que estavam repassando dinheiro falso no navio. A prisão foi feita depois de o próprio comandante do transatlântico chamar a polícia.

'Só bateu para educar': menina de 6 anos espancada pelo pai em praia de Salvador

Acertou mas não levou: menino indica os números da Mega da Virada, mas mãe não aposta

Os três presos moravam em São Paulo, mas um deles é mineiro. Dois já haviam usado US$ 900 em cédulas falsas no cassino do navio e foram os primeiros a serem abordados pela PF. Um deles apontou o terceiro cúmplice, em conversa com os policiais.

O terceiro preso jogou um pacote preto quando percebeu a presença da PF no navio. O pacote foi resgatado, e nele foram encontradas várias cédulas de US$ 100 com indícios de falsificação, segundo informou a assessoria da polícia em Maceió.

Ao todo, foram apreendidos US$ 34.700 falsos (equivalente a quase R$ 200 mil). A pena prevista por guarda e introdução em circulação de moeda falsa é de três a 12 anos de prisão e multa.