Passageiros enfrentam até 3 horas de fila para regularizar Bilhete Único em São Paulo

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Usuários do sistema de transporte público municipal da cidade de São Paulo que deixaram de cadastrar o CPF no cartão do Bilhete Único encararam filas enormes nesta segunda-feira (19) nos postos de atendimento presencial da SPTrans, empresa ligada à prefeitura. Desde a sexta-feira (16), não é mais possível recarregar esses cartões com novos créditos.

Os passageiros ainda podem efetuar o procedimento de regularização até o dia 31 de agosto, pois a partir do dia seguinte todos os cartões que não possuam o CPF associado deixarão de ser aceitos nas catracas.

De acordo com a SPTrans, houve a necessidade de associar o número do documento ao Bilhete Único para coibir fraudes.

O passageiro Adão Gonçalves Eduardo disse que passou cerca de três horas na fila no posto localizado no terminal urbano da Lapa, na zona oeste. Ele reclamou da demora, mas saiu de lá com o problema resolvido.

"Preferi fazer diretamente no posto de atendimento, pois resolvi tudo na hora e saí daqui com o cartão cadastrado. Inclusive, meu saldo do cartão antigo cairá em até 72 horas", disse Eduardo.

Em nota, a SPTrans afirmou que não há a necessidade de comparecer a um posto de atendimento, pois o processo para vincular o CPF ao cartão pode ser feito pela internet. A comunicação acerca da necessidade dessa associação foi iniciada no dia 17 de junho.

Para descobrir se você precisa associar seu CPF ao cartão, basta verificar no verso se o número de identificação começa com os números 59, 71 ou 110. É possível, também, acessar o site da SPTrans para consultar no link consulta bilhete, inserindo o CPF.

Pela internet, o usuário pode acessar o site da SPTrans para associar o CPF ao cartão. Há duas maneiras, a primeira acessando o link trocar bilhete, sem que seja preciso fazer o login, ou entrando com usuário e senha, para quem já é cadastrado.

Ainda quem preferir, 27 postos localizados nos terminais de ônibus começaram a funcionar diariamente das 6h às 22h, a partir desta segunda-feira (19). Os postos localizados no metrô Jabaquara (zona sul) e em Santana (zona norte) atendem de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Na rua Augusta (centro), o local abre às 8h e fecha às 17h, de segunda a sexta-feira. Já o da Água Espraiada (zona sul) funciona diariamente das 6h às 20h30.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos