Passageiros do ramal Santa Cruz, da Supervia, enfrentam problemas após atropelamento

·2 minuto de leitura

Os passageiros do ramal Santa Cruz, da Supervia, enfrentam problemas nos trens na manhã desta terça-feira. Uma pessoa foi atropelada e morreu na altura da estação de Bangu, na Zona Oeste do Rio. Por conta disso, a circulação do transporte foi suspensa entre as estações de Bangu e Campo Grande, no sentido Central. Após o acidente, passageiros que estavam em um dos trens tiveram que desembarcar e andar pelos trilhos por cerca de 500 metros até uma das paradas. Nos trechos entre Bangu e Central do Brasil a circulação acontece normalmente.

A Supervia diz que a suspensão acontece por conta de um acesso indevido a via. A concessionária afirmou que, às 6h30 uma pessoa acessou a linha férrea e foi atingida por um trem. A composição teve a viagem encerrada e os passageiros tiveram que desembarcar. Ainda de acordo com a concessionária, o tráfego não foi interrompido, mas os trens operam apenas por uma linha. O Corpo de Bombeiros foi acionado e está no local.

Nos últimos dias, os passageiros do sistema de trens enfrentaram diversos problemas de atrasos por conta de roubos de cabos e grampos que prendem os trilhos. Foram 17 dias de problemas. Nessa segunda-feira, a Supervia informou que firmou uma parceria com o Disque-Denúncia para receber denúncias de algum tipo de crime relacionado ao transporte.

Só primeiro semestre de 2021, a Supervia registrou 23 ocorrências de furtos de grampos, que somaram um total de 3.271 grampos frutados. A retirada dessas peças do sistema pode gerar riscos de acidentes graves.

Nas últimas semanas, a empresa precisou suspender a operação em três vezes. De acordo com a empresa, são 862 viagens suspensas, apenas entre janeiro e julho deste ano. O motivo para as interrupções é sempre o furto de cabos e equipamentos.

Só nos primeiros seis meses de 2021, a Supervia informou que deixou de transportar mais de 2 milhões de passageiros por conta das viagens canceladas ou interrompidas no caminho em função de furtos de cabos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos