Passagem de Louis Tomlinson no Brasil confirma que nem só Harry Styles faz sucesso

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Passagem de Louis Tomlinson no Brasil confirma que nem só Harry Styles faz sucesso
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

No último fim de semana, o cantor Louis Tomlinson fez duas apresentações em São Paulo, uma no sábado (28) e outra no domingo (29), ambas no Espaço Unimed. Ele também se apresentou na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, na sexta-feira (27).

O ex-integrante do One Direction retornou ao Brasil após oito anos sem pisar por aqui. A sua última passagem no país aconteceu justamente com os meninos da extinta One Direction: Harry Styles, Liam Payne, Niall Horan e Zayn Malik. Apesar de não ter estourado tanto quanto o dono dos singles “As It Was” e “Watermelon Sugar” - Harry é dono de três álbuns solos de sucessos, um Grammy e muitos #1 na Billboard Hot 100 - os shows de Louis em terras brasileiras provaram que ele continua muito bem, obrigada!

Shows no Brasil

A redação do Yahoo esteve na apresentação de Louis no Espaço Unimed, antigo Espaço das Américas, e ficou nítido que o cantor ainda cativa uma geração de fãs saudosistas do "1D".

As três apresentações do britânico no Brasil estavam esgotadas, e apesar de não ter tanta atenção quanto Harry, Tomlinson foi recebido por um público fiel e engajado em seus singles. O artista apresentou músicas como “Kill My Mind”, “Habits” e “Drag me Down” - essa última do One Direction - e foi acompanhado por gritos animados dos fãs do começo ao fim.

Falta um diferencial

No entanto, outro ponto que fica nítido é que o cantor não traz tanta originalidade para sua carreira solo. A forma como ele se movimenta no palco, por exemplo, é exatamente a mesma que fazia quando estava com seus parceiros de banda. Louis não toca instrumentos e, apesar da banda talentosa que o acompanha, fica faltando um diferencial que preencha o palco.

Outra diferença de Tomlinson para Styles é a falta de comprometimento com os looks para a turnê. Harry vem se tornando um dos ícones fashion mais importantes no mundo da música, enquanto Louis escolheu uma camiseta do Liverpool - time de futebol inglês - e uma calça jeans para seu primeiro show em oito anos em São Paulo.

Reservado, Tomlinson falou pouco com seus fãs, que gritavam loucamente a cada sorriso que ele dava. Ele apenas agradeceu - e não fez nenhum comentário sobre a quantidade de bandeiras LGBTQIA+ que os fãs carregavam na plateia, por exemplo.

Louis é acompanhado por uma legião de fãs brasileiros fieis e apaixonados, mas deixou a desejar em sua breve passagem por aqui.

Relembre a trajetória de Louis Tomlinson

Tomlinson passou por uma série de desafios em sua vida pessoal após o fim do One Direction. Em dezembro de 2016, a mãe do cantor, Johannah Deakin, faleceu aos 42 anos, após enfrentar um câncer. Pouco menos de três anos depois, a irmã do cantor, Félicité, também morreu - vítima de uma overdose acidental.

Em uma entrevista para o jornal The Guardian, Louis contou que a perda precoce da mãe serviu de inspiração para as músicas que viriam compor o seu primeiro disco solo, “Walls”, lançado em 2020. “Depois que ela se foi, todas as músicas que eu escrevi pareciam não patéticas... mas que faltavam significar algo pra mim. Senti que, como compositor, não iria progredir até que eu escrevesse uma música como essa”, contou.

As perdas na família de Tomlinson influenciaram suas composições para o “Walls”, primeiro álbum solo do britânico, lançado em 2020. Ele já havia dito que o single “Two Of Us”, por exemplo, foi escrito para a mãe - e acabou se tornando um dos favoritos dos fãs.

Tomlinson não deixou de fazer referencias ao One Direction neste trabalho solo. No clipe de “Walls”, ele faz uma homenagem para seus parceiros de banda - e em seus shows no Brasil, cantou três singles do grupo que entrou em uma pausa em 2016.

A primeira passagem de Louis no Brasil com sua turnê solo estava prevista para acontecer ainda em 2020, mas precisou ser adiada por causa da pandemia de coronavírus. Agora, o cantor segue para mais duas performances na América Latina (Buenos Aires e Assunção). Depois encara uma agenda extensa de shows nos Estados Unidos e Canadá.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos