Passagem de Queiroga por Nova York é destaque na imprensa internacional

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Brazil's Health Minister Marcelo Queiroga, whose image is reflected on the left on a protective virus shield, testifies before the Senate in an investigation of the government's management of the COVID-19 pandemic, in Brasilia, Brazil, Tuesday, June 8, 2021. (AP Photo/Eraldo Peres)
Foto: AP Photo/Eraldo Peres
  • Ministro da Saúde cumpre quarentena após testar positivo para covid-19

  • Ele também chamou atenção ao fazer gestos obscenos para manifestantes

  • Jornais dos EUA, Alemanha e Reino Unido noticiaram casos

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, ganhou manchetes em jornais de todo o mundo depois de testar positivo para covid-19, nesta terça-feira (21), durante sua visita a Nova York com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para participar da Assembleia Geral da ONU.

Veículos de comunicação como The Guardian e o Sky News, do Reino Unido, e o The Washington Post, dos Estados Unidos, destacaram o encontro de Queiroga e Bolsonaro, que estava sem máscara, com o primeiro-ministro britânico Boris Johnson.

O The Guardian também mencionou o gesto ofensivo de Queiroga para manifestantes. O fato foi destaque também na emissora norte-americana CNN, que também citou que Queiroga é o quarto ministro da Saúde desde o início da pandemia. Outro fato que chamou a atenção da imprensa internacional foi a quarentena que Queiroga cumpre em hotel de luxo.

Leia também

Na Alemanha, o jornal Der Speigel comentou sobre a quarentena do ministro e pontuou que ele foi o segundo membro da comitiva brasileira a testar positivo para covid-19. O jornal alemão também comentou o discurso de Bolsonaro na ONU, no qual o presidente brasileiro defendeu remédios sem eficácia e lembrou que ele minimizou a pandemia desde o começo ao, por exemplo, se posicionar contra o uso de máscaras e o distanciamento social.

A passagem turbulenta da comitiva brasileira por Nova York também foi noticiada pela revista Newsweek, pela rede televisiva CBS News e pela rádio NPR.

Teste positivo de Queiroga

Agora, a Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) recomendou que todos que tiveram contato com Queiroga cumpram isolamento na chegada ao Brasil. Entre as pessoas que tiveram contato com ele estão o próprio presidente Bolsonaro, a primeira-dama Michele Bolsonaro, investidores e outros chefes de Estado.

Queiroga, no entanto, quis se mostrar despreocupado com a repercussão de suas atividades nos últimos dias e disse estar preocupado com sua saúde, e não com a repercussão de sua ofensa aos manifestantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos