'Passaporte da vacina': 340 mil não imunizados ou atrasados podem ser barrados no Rio

Após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a valer no Rio o "passaporte da vacina". Já a partir desta sexta-feira (01) todos com 40 anos ou mais precisam estar vacinados com as duas doses, ou dose única, contra a Covid-19 para acessar alguns locais públicos como cinemas, teatros e academias.

Dados da prefeitura do Rio apontam que apenas entre moradores da cidade, quase 340 mil pessoas nesta faixa etária estão com a segunda dose em atraso ou ainda não se imunizaram contra o coronavírus.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos