Pastor é esfaqueado e morre enquanto trabalhava como motorista de aplicativo em Nova Iguaçu

·1 minuto de leitura

Um homem foi esfaqueado e morreu na noite da última quarta-feira, 13, na Rua Euchário, no bairro Cabuçu, em Nova Iguaçu. Ele foi identificado como o pastor Heraldo Carlos de Souza, e trabalhava como motorista de aplicativo no momento do crime.

Segundo a Polícia Militar, agentes do 20ºBPM (Mesquita) foram acionados ao local e bombeiros do quartel de Nova Iguaçu constaram a morte do pastor às 21h39. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi acionada para fazer fazer a perícia na faca, no carro da vítima e em um telefone celular.

Nas redes sociais, amigos do pastor lamentaram a morte e disseram que ele trabalhava como motorista de aplicativo para complementar a renda. Segundo o seu perfil pessoal, Heraldo Carlos de Souza era pastor da Assembleia de Deus, e também professor de teologia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos