Pastor candidato a vereador é preso em operação contra o tráfico, em Belford Roxo

Extra
·1 minuto de leitura

Uma operação da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) com o Ministério Público do Rio de Janeiro contra o tráfico de drogas prendeu um pastor candidato a vereador, na manhã desta quinta-feira (29) em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

Elisamar Miranda Joaquim é apontado como chefe do Complexo do Roseiral e concorria ao cargo público nas eleições municipais de 2020. Na operação batizada de "Itália", dez mandados de prisão preventiva e 61 mandados de busca e apreensão são cumpridos pelos agentes que seguem nas ruas.

Leia também

A decisão foi proferida pelo juízo da 1ª Vara Criminal de Belford Roxo. Ao todo foram indiciados e denunciados 24 pessoas pelos crimes de associação para o tráfico de drogas e constituição de milícia privada, contra os quais foram expedidos mandados de busca e apreensão. A operação é em parceria com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do MPRJ.

De acordo com as investigações, o pastor Elisamar é irmão de Eliezer Miranda Joaquim, conhecido como Criam, que é o chefe do tráfico na comunidade e continua no comando mesmo de dentro do presídio. O criminoso colocou o pastor para administrar o tráfico e os condomínios na área.

O plano de eleger Elisamar era uma estratégia de Criam e da facção criminosa a qual pertencem, a maior do Estado, com objetivo de terem maior penetração e influência nas instituições públicas.