Pastor faz ataques racistas e homofóbicos em culto: “Igreja não levanta placa para negro e viado”

·2 minuto de leitura
Tupirani proferiu ataques homofóbicos e racistas - Foto: Reprodução
Tupirani proferiu ataques homofóbicos e racistas - Foto: Reprodução
  • Tupirani da Hora Lores disse que sua igreja "não levanta placar para filho da p… negro e viado”

  • O pastor criticava a pregadora Karla Cordeiro, que pediu desculpas após comentários racistas e homofóbicos

  • Tupirani ainda desafiou a Justiça e afirmou que é "um vencedor do sistema"

Um pastor foi filmado proferindo ataques racistas e homofóbicos durante culto realizado no Rio de Janeiro. Durante a pregação, Tupirani da Hora Lores afirmou que a “igreja não levanta placar para filho da p… negro e viado”.

O vídeo foi gravado durante culto realizado no último dia 5, mas apenas agora ganhou as redes sociais. Nele, Tupirani utiliza seu espaço na Igreja Pentecostal Geração Jesus Cristo, no bairro de Santo Cristo, para criticar sua colega Karla Cordeiro.

Leia também:

Conhecida como Kakau, a pregadora também fez comentários homofóbicos e racistas em culto no último dia 31, pedindo para que seus seguidores parassem de “ficar postando coisa de gente preta e de gay”.

Após a repercussão negativa do vídeo e abertura de inquérito para investigá-la, Karla Cordeiro publicou nota de retratação. E foi justamente o pedido de desculpas que irritou Tupirani.

Ataques do pastor foram filmados - Foto: Reprodução
Ataques do pastor foram filmados - Foto: Reprodução

“Sabe o que você é, Karla Cordeiro? Uma p..., uma prostituta. Seu pastor deve ser um viado, sua igreja toda deve ser de prostitutas. Vocês não são evangélicos. Malditos sejam vocês. Que a garganta de vocês apodreça por terem ousado tocar no nome de Jesus. Raça de p... e piranhas”, disparou.

O pastor, então, reforçou o comentário inicial de Karla e atacou negros e homossexuais. “A Igreja de Jesus Cristo não levanta placa de filho da p... de negro nenhum, não levanta placa de filho da p... de político e não levanta placa de filho da p... de viado. A Igreja de Jesus Cristo só levanta sua própria placa.”

Pastor desafia Justiça

Tupirani mostrou não temer qualquer punição por suas declarações e desafiou a Justiça. “Manda o delegado vir aqui pedir minha retratação. Ele não é homem para isso. Eu sou vencedor do sistema”, afirmou.

O pastor previu que seu vídeo repercutiria “por todas as mídias sociais”, pediu que Karla Cordeiro nunca mais pregasse e ofendeu o delegado Henrique Pessoa, responsável pelo caso dela.

“Depois que ela fala, vem um babaca de um delegado e ela pede desculpas”, afirmou. “Não suba mais nesse palanque de prostitutas para pregar. Você não foi chamada para isso, eu fui. Você pede desculpas para um babaca de um delegado espírita, católico, seja qual a religião dele.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos