Pastor identifica símbolos satânicos em apartamento onde filho matou pais, no ES

·3 minuto de leitura
Imagens de dentro do apartamento. Foto: Reprodução
Imagens de dentro do apartamento. Foto: Reprodução
  • O pastor era amigo próximo da família

  • Ele afirma que foi muito inesperado e que jovem frequentava a igreja

  • ‘ A ficha ainda não caiu. A igreja chora hoje’

Quando a polícia chegou ao apartamento em Vila Velha (ES), onde Guilherme Heringer Cesar, de 22 anos, teria assassinado os pais a facada na madrugada da última quarta-feira (4), encontrou uma cena assustadora. No chão, haviam páginas arrancadas de uma Bíblia. Nas paredes e no chão, estavam pintados com crucifixos invertidos. Haviam também garrafas de bebida espalhadas.

O pastor Simonton Araújo, amigo da família, comentou o caso e disse que todos os símbolos encontrados são satânicos.

Um dos itens encontrados no apartamento. Foto: Reprodução
Um dos itens encontrados no apartamento. Foto: Reprodução

"A cruz invertida é uma forma de deboche para com Deus, zombando de Jesus por ter morrido nela. Ela é ligada ao satanismo. O número 6, é tido como o número da imperfeição - o 7 é o número perfeito, onde Deus criou o mundo em seis dias e no sétimo descansou", explicou o pastor.

O pentagrama, que também foi encontrado na cena do crime, é usado, de acordo com o pastor, para estabelecer uma conexão com uma força sobrenatural. A estrela de cinco pontas simboliza o espírito com ar, água, terra e fogo.

Imagens de dentro do apartamento. Foto: Reprodução
Imagens de dentro do apartamento. Foto: Reprodução

Em uma mesa estava escrito um versículo bíblico do livro de apocalipse: "Festejais ó céus, o diabo desceu até vós. Pouco tempo lhe resta".

O pastor Simonton explica: "esse versículo mostra satanás perdendo sua força e lançado na Terra. Isso é mostrado nos finais do tempo. Ele está se revoltando".

Leia também

Simonton fundou a igreja Missão Praia da Costa, também em Vila Velha. Segundo ele, o filho do casal parecia ser um bom rapaz, participava de cultos, ensinos bíblicos e ajudava amigos a chegarem na igreja.

Para o pastor, o crime foi um choque. Guilherme é suspeito de matar a facadas a mãe, Raquel Heringer Cesar, de 61 anos, e o pai, Paulo de Oliveira Cesar, de 68 anos, também era pastor e amigo de Simonton. "Eu perdi um amigo. Um grande amigo. Ele, a mulher e o filho eram ótimas pessoas. A ficha ainda não caiu. A igreja chora hoje. É um momento muito difícil para todos que conheciam ele", desabafou.

Imagens de dentro do apartamento. Foto: Reprodução
Imagens de dentro do apartamento. Foto: Reprodução

Pela proximidade com a família, o pastor Simonton foi a pessoa a comunicar a outra filha do casal, que mora no Canadá. Renata Heringer, que é médica legista, não acreditou em um primeiro momento.

"Ela achou que era uma brincadeira, achou que era mentira. Ela não acreditou que tinha acontecido isso. Liguei logo cedo para avisá-la sobre a situação e foi muito difícil. Ela precisou tomar um remédio. Estava sem condições de falar", contou o pastor.

Renata agora é aguardada para a cerimônia de sepultamento, que deve ser celebrada no Parque da Paz, em Vila Velha.

O jovem Guilherme, suspeito de matar os pais e, em seguida, cometer suicídio, estava no segundo ano de medicina, em uma universidade particular em Vila Velha. Segundo o pastor amigo da família, essa era a maior vocação do jovem.

"Ele ia na igreja, mas tinha a vocação para medicina e não para assumir ministério igual o pai. Ele era apaixonado pela medicina. Se dedicava bastante e tinha uma carreira pela frente. A gente pergunta o porquê disso tudo", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos