Pastor Marcos é preso acusado de estupro

Marcos Pereira durante pregação (Foto: Assembleia de Deus dos Últimos Dias)RIO - O pastor Marcos Pereira da Silva, da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, foi preso preventivamente, na noite de terça-feira, acusado de estupro. Marcos é investigado pela Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) num inquérito que apura as acusações do coordenador do Grupo Afroreggae, José Júnior, sobre o suposto envolvimento do pastor com tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

Leia também:
Aluna da UESB diz ter sido forçada a chupar pênis de boi em trote
Preso suspeito de estuprar mulher dentro de ônibus na Avenida Brasil

O pastor Marcos foi surpreendido por agentes da Dcod na Rodovia Presidente Dutra. Durante as investigações, a ex-titular da Dcod delegada Valéria Aragão, chegou a confirmar que testemunhas relataram abusos sexuais por parte do acusado.

Ana Madureira da Silva, ex-mulher do pastor, que morou com ele até 1998, contou à polícia que, numa ocasião, foi forçada a manter relações com ele. A Dcod investiga o envolvimento do pastor em seis estupros, inclusive de fiéis. Em entrevistas, em julho do ano passado, o pastor negou que tenha violentado mulheres.

Marcos ganhou evidência no Rio quando passou a trabalhar na conversão religiosa de presidiários. Ele chegou a manter parceria com o Grupo Cultural AfroReggae, mas o vínculo acabou em troca de acusações.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias